Anúncios

Saiba verificar a existência de recursos financeiros não reclamados, potencialmente esquecidos em contas bancárias, seguros, investimentos e outros instrumentos financeiros. Confira abaixo e descubra como realizar a consulta e o saque do seu dinheiro.

De acordo com o Banco Central, no começo de dezembro, cerca de R$ 7,5 bilhões referentes a dinheiro esquecido estavam disponíveis para serem resgatados através do Sistema de Valores a Receber (SVR). Estes recursos permanecem acessíveis em 2024 e ainda podem ser retirados.

Este montante inclui saldos de contas bancárias que foram encerradas, cobranças indevidas de tarifas, parcelas de consórcios que não foram pagas, restituições de impostos que ainda não foram reclamadas, além de outros tipos de fundos esquecidos em bancos, consórcios e outras instituições financeiras.

Valores a receber referem-se a uma variedade de transações e benefícios financeiros que incluem:

  • Saldos remanescentes em contas bancárias antigas que não foram movimentadas ou encerradas;
  • Contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) que possuem valores não retirados;
  • Direitos ou benefícios relacionados ao trabalho, como pagamentos pendentes ou não reivindicados;
  • Cotas e abono salarial do PIS/PASEP que ainda não foram sacados;
  • Valores decorrentes do Processo de Revisão da Vida Toda pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS);
  • Restituições pendentes de Imposto de Renda que não foram reclamadas.

Periodicamente, torna-se possível consultar e reivindicar esses recursos, proporcionando aos beneficiários uma oportunidade de receber um montante adicional que pode ser uma ajuda significativa em suas finanças pessoais.

Para reaver os valores, é necessário fornecer uma chave PIX. Se você ainda não tem uma chave PIX cadastrada, pode optar por criar uma ou entrar em contato diretamente com a instituição financeira para definir uma alternativa de recebimento.

No caso de valores a receber pertencentes a indivíduos falecidos, é necessário ser herdeiro, executor testamentário, inventariante ou representante legal para efetuar a consulta e a requisição dos fundos. Isso envolve preencher um termo de responsabilidade.

Depois de realizar a consulta e a solicitação dos valores, é importante entrar em contato com a instituição onde os fundos estão retidos para informar-se sobre os procedimentos específicos e programar a transferência do dinheiro.

Você pode gostar também